Pense nisso...

Pense nisso...

domingo, 17 de julho de 2011

Família Formiga e o barco-folha


Formiguinha Catarina vivia feliz com sua família.

Eram ela, seu irmão Julião, sua irmã Damiã, sua mãe Mariê e seu pai Iraí.

Moravam juntos no formigueiro do Campo Florido.

Pai Iraí e irmão Julião cuidavam de transportar para casa alimentos no verão.

Mãe Mariê e irmã Damiã ajudavam a carregar a comida pela manhã.

Catarina, muito miúda, ainda não agüentava o peso das folhas graúdas.

Um dia, sem mais nem menos, a chuva veio e caiu o mês inteiro.

Mãe Mariê, preocupada, tratou de deixar Catarina e irmã Damiã salvas em casa comendo romã.

Pai Iraí vinha com os outros formigos levando comida no lombo para seus abrigos.

De repente um rio se formou por conta da água forte e carregou pai Iraí para outro norte.
Irmão Julião, que o seguia na procissão, nadou em sua busca até chegarem em lugar são.
Quando chegaram gritaram a todo pulmão que na terra nova a chuva não caía não.

O grito ecoou no formigueiro em que os pingos vindos do céu atravessavam as goteiras e alagavam a casa inteira.

Mãe Mariê pensou depressa o que podia fazer para sair dessa.

Lembrou do formigo barqueiro que nas chuvas de verão remava ligeiro. Só ele agora podia ajudá-la a conseguir abrigo em outro formigueiro.

Decidiram fazer a travessia o quanto antes se podia.

Em cima do barco-folha encararam a correnteza, encontraram seus entes queridos e acabaram de vez com aquela tristeza.

Na terra onde não chovia voltaram então a viver todos juntos com muita alegria.


Nara Bianconi

maria tereza cichelli

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...